Cinema

Coisas dos 45 anos

Talvez seja uma coisa dos (quase) 45 anos. Mas ando com uma sede tremenda de fazer coisas diferentes e por vezes absolutamente bizarras no meu trabalho. Digo que é da idade – com tudo o que isso implica de receios de perda de graça, de imaginação, de relevância – mas provavelmente terá a ver também com… Continuar a ler

A urgência de contar uma história

Há dois anos abri um crowdfunding para tentar ver financiado aquele que continua a ser o projecto mais pessoal e importante da minha vida: transformar a tragicomédia que escrevi, Por Ela, num filme. Um filme protagonizado pelo César Mourão, a Ana Bacalhau e o Tónan Quito, realizado pelo Jorge Vaz Gomes e com música do João Só… Continuar a ler

Adeus 5, olá Animais

Sim, com o especial de sábado passado terminou a minha participação no 5 Para a Meia-Noite. Porquê? Para começar, muito sinceramente, porque ia dando cabo da minha sanidade física e mental – e essa parece-me uma excelente razão para parar de fazer alguma coisa, já que o masoquismo nunca foi a minha cena. Ter 44 anos não… Continuar a ler

Agora eu era um amigo imaginário

Eu costumava ser um purista das versões originais. E, bem vistas as coisas, ainda sou: é maravilhoso ouvir grandes actores americanos em rédea solta – porque o que se passa lá é que as falas são gravadas primeiro e só depois, moldada a elas, é que se faz a animação. Quando fui desafiado para participar na primeira… Continuar a ler